Fundação Telefonica - Vivo

Visões de Futuro +15

Resistência a Antibióticos

Uso excessivo de antibióticos pode gerar classe de bactérias ultra resistentes.

A resistência a antibióticos está colocando pacientes em risco, tanto em países desenvolvidos como em desenvolvimento, à medida que bactérias responsáveis por diversas infecções perigosas desenvolvem resistência às substâncias que costumavam combatê-las. É a conclusão do estudo de 2014 da Organização Mundial de Saúde (OMS), com a análise de dados oriundos de 114 países sobre a relação existente entre as mutações sofridas pelas bactérias e o uso abusivo de antibióticos.

Saiba mais:

  • Em 2015 a OMS lançou a campanha mundial ‘Antibióticos: manuseie com cuidado’, para alertar o fato de que os medicamentos são recursos preciosos e devem ser utilizados apenas nas situações corretas, para tratar infecções, e somente quando prescritos por profissionais de saúde certificados.
  • Segundo estudo da revista científica The Lancet (2014), entre os anos de 2000 e 2010, o consumo de antibióticos aumentou em 76% nos países dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).
  • De acordo com projeções do instituto de pesquisas Rand Europe e da KPMG (2014), as mortes anuais relacionadas a casos de doenças provocadas por bactérias resistentes a antibióticos poderão chegar, em 2050, a 4,7 milhões na Ásia, 4,1 milhões na África e 392 mil na América Latina.

http://www.nature.com/news/antibiotic-resistance-sweeping-developing-world-1.15171

Sinais de Estado, Política e Representatividade